Cadastre-se ou faça login!

Minha nova empregadinha

Estava já a algum tempo procurando uma pessoa para trabalhar em minha casa, tenho 2 filhos lindos e um marido maravilhoso, uma casa de dar inveja a muitas e sou feliz, tenho 39 anos, 1,78cm, 60kg e um corpo muito enxuto, pernas grossas e torneadas e um bund~~ao empinada que é a alegria de meu marido...

Cadastre-se ou faça login!

Comi minha cunhada no Puteiro

Sou casado a sete anos e sempre tenho muito tesão por minha esposa. Ela tem duas irmãs lindas, sendo uma delas lésbica. Sempre tive uma curiosidade em cima das minhas cunhadas, mas nunca as desrespeitei...

Cadastre-se ou faça login!

Comi minha melhor amiga

Acordei. Ela dormia deitada meio de bruços, ao meu lado. Nua. Era madrugada e a cidade estava silenciosa. Apenas um rumor distante e contínuo dava a idéia de que estávamos em São Paulo. Era outono e a temperatura amena embalava o sono dela. Corpo liso e delgado. Os seios redondos, apertados pelos próprios braços dobrados. A bunda sinuosa destacada pela perna levemente dobrada. Os cabelos loiros e curtos, desarranjados, cobriam parcialmente seu rosto. Sua respiração suave e tranqüila, demonstrava uma sensação de sono em paz. A boca sensual e o nariz afilado. Olhos redondos e esverdeados, que no momento eu não podia ver. Ela dormia. Nos seus ombros havia pequenas marcas avermelhadas das minha mordidas. Acariciei-as com as pontas dos dedos. Decidi não dormir novamente naquela madrugada. Minha recompensa estava ali. Olhar para ela, e lembrar que há algumas horas ela estava nos meus braços. Ela foi minha pela primeira vez.

Cadastre-se ou faça login!

Marie Claire

Era tarde de sexta–feira. Marie, uma das belas alunas do nono ano, estava no home office, sentada à escrivaninha, diante da tela colorida do laptop. Atrás dela, sem que a adolescente sequer tivesse percebido, estava irmã Perpetua, a freira devassa responsável pela republica feminina Lesbitche, parada sob o vão da porta, de pé, com aquela cara de quem não acredita no que está vendo. Na tela widescreen do computador portátil, a mulata assistia pela internet a um vídeo de incesto lésbico – no qual uma mãe seduzia a filha adolescente e com ela praticava um envolvente jogo de submissão sexual –, onde a ultima mandava e a primeira obedecia.

Cadastre-se ou faça login!

Menina inocente

Oi, sou a Karol, tenho 25 anos, e hoje acordei lembrando de um fato que aconteceu comigo há algum tempo atrás. Meu pai era colecionador de revistas de sexo. Eu escondida dele, pegava pra ver, ficava molhadinha com aquelas histórias picantes. Muitas delas tinham histórias de mulher com mulher, eu adorava. Pegava uma caneta, e ficava esfregando no meu grelo até gozar. Isso que eu era apenas uma garotinha entrando na adolescência. Meu pai fazia faculdade, minha mãe já não morava conosco, e toda noite vinha uma garota ficar comigo. Ela era nossa vizinha de rua. Numa dessas noites contei pra ela meu segredo (da revistinha) e dei uma de mulher com mulher pra ela ver. Fiquei ali, admirando seu corpo enquanto ela lia. Ela tinha lindos seios, que eu já havia notado em outras ocasiões, redondinho, ela não usava sutiã...

Cadastre-se ou faça login!

Comendo a chefinha

Entrei no meu trabalho atual, bem tímida quase não falava com ninguém, até que fui conhecendo a galera. A minha Chefe era uma mulher linda, séria, meio brava, e que não falava muito comigo, me via como uma simples estagiária. e eu também não gostava dela, mas com o tempo ela começou a sorrir mais p/ mim, e falar mais comigo, não só coisas de trabalho. Um dia eu estava na copa tomando um café ela veio trocou idéia comigo e parecia que estava se insinuando, mas eu achei que estava louca, e fiquei na minha, 2 dias depois ela chegou em mim e me perguntou se eu queria ir tomar alguma coisa, sem entender muito bem, eu aceitei. Quando vi chegamos na casa dela e ela pegou uma cerveja e ficamos bebendo na cozinha. depois de algumas cervejas fomos p/ sala e depois de mais algumas fomos pro quarto ”ouvir música” ela colocou um cd da adriana calcanhoto e me olhou com muito tesão...

Cadastre-se ou faça login!

Sexo no vestiário feminino

Em uma bela tarde de sexta-feira, após largarmos da faculdade, convidei minha amiga para irmos ao Shopping Center porque eu queria comprar umas roupas para mim. No caminho comecei a contar-lhe sobre loucuras de amor e para melhorar mais ainda, começamos a falar de nossa infância e perguntei-lhe se ela havia tido experiências sexuais na fase de descobertas da vida. Contei-lhe que eu havia me esfregado bastante com uma prima enquanto tomávamos banho, quando tinha 18 anos. À medida que a conversa ia ficando mais detalhada eu começava a ficar toda molhadinha. Sentia minha xoxota pulsar. Na verdade estava ficando louca para transar naquele momento. Ela contou-me que havia transado com um vizinho que estava brincando...

Cadastre-se ou faça login!

Fui chupada por uma amiga, agora somos amantes

Tudo começou quando eu e a Lú começamos a estudar junta e nos tornamos amigas desde o começo. Ela é muito linda, sensual e provocante. Também sou assim não é por que sou casada que deixava de me cuidar, sempre escuto cantadas por onde passo. Quando começamos a andar juntas aprontávamos todas, curtíamos de tudo. Foi assim durante 3anos, em uma dessas noite de farra em um churrasco em sua casa, bebi todas e a festa foi tanta que teve gente que dormia espalhado pela casa, e por causa disso o meu marido foi embora me deixando na festa.

Cadastre-se ou faça login!

Enlouquecida de tesão

Era um dia normal como qualquer outro, entretanto naquele dia não tinha tantas tarefas em meu trabalho.Aproveitei o tempo ocioso para entrari na WEB e comecei a ver fotos de mulheres transando. Aquelas imagens começaram a mexer comigo e senti minha bucetinha ficando molhada, quente e cheia de tesão. Aquelas imagens tão excitantes estavam me deixando louca, até que decidir sair da empresa e dar uma volta no centro pra ver se arrumava alguma coisa que aliviasse aquele tesão que estava sentindo. Entrei no carro e ficava olhando as pessoas na rua, logo imaginava elas peladas e como seria transar com elas...

Cadastre-se ou faça login!

sexo em um quarto de hotel

Bruna e eu nos conhecemos de forma casual, nossa ligação e extremamente profissional, somente troca de e-mails, informações associadas aos nossos setores, eu no rio de janeiro e ela em minas gerais. com o passar do tempo bruna começou a se aproximar e de certa forma nos tornamos amigas, dividíamos dúvidas, sonhos, coisas do dia a dia. pelo o que me passava não era feliz no seu relacionamento com karina, alguém que não lhe dava o valor que merecia, relacionamento de quatro anos que havia fatores que não a deixava sair do mesmo. sentia bruna frustrada sexualmente. eu por minha vez tinha um relacionamento de cinco anos com fernanda, que apesar de muitas brigas e erros nos dávamos bem, havia sexo, carinho e desejo.